Cem anos e sem palavras, por Ranieri Mena Barreto.

junho 1, 2014 | -, COLUNAS, DEPARTAMENTOS

Foto: facebook/cearasc

Em homenagem ao centenário do Ceará Sporting Club (No dia 2 de junho), vamos publicar uma série de declarações de amor escritas por torcedores alvinegros que acompanham nosso site. O primeiro depoimento é do amigo Ranieri Mena Barreto, acadêmica do curso de Direito na Unifor. Confiram o belo texto escrito por ele:

“Cem anos, sem palavras. Não há como mensurar palavras que definam expressamente o sentimento de agora. Fazer parte do centenário de algo que não se torce, defende; não se gosta, ama; não se acompanha, vive. Fazer parte do centenário do clube Mais Querido do estado é algo incrível.

Acompanhar o Vozão, ver a luta dos guerreiros em campo e estar na arquibancada vibrando, cantando, torcendo, gritando e, cada um do seu jeito, ser parte de uma família com milhões de irmãos é o que faz o amor pelo Ceará Sporting Club ser infinito. Amor que não acaba na primeira derrota, nem na segunda, nem na décima. Amor que tá lá, firme e forte, entre corneteiros e ‘piruliteiros’; entre fanáticos e aqueles que não se importam tanto; entre quem é de organizada e quem gosta de ficar quietinho no estádio.

Amor que não começa em uma vitória, não surge em uma boa campanha. Amor que é sofrido porque sabe que nada vem fácil e o que vem fácil vai fácil. Torcedor do Vozão não tem coração fraco, afinal, tudo conseguido foi por meio de muita luta: os tetras, o acesso, as boas campanhas na Copa do Brasil. Hoje temos CT, digo que dois CTs, um para o time principal (Carlos Alencar Pinto) e outro para a base (a Cidade Vozão), centro de fisioterapia, centro médico de ponta, hotel… são tantas coisas que o amor e o trabalho construíram que se torna inviável continuar a lista.

Amor pelo Ceará é o que move e inspira o trabalho do Evandro, o trabalho do Rodrigo, que escreve aqui no Vozão.com, que inspira milhões de cearenses a viverem o dia a dia de um clube, que une casais, que separa outros, mas que sempre é primordial para a vida de milhões. Amor que me fez de sem palavras a acha-las para falar desses cem anos e dar meus parabéns ao clube Mais Querido, vencedor, amado e odiado do estado. Eu te amo, meu Vozão! Eu e mais de um milhão vivemos, choramos, vibramos, rimos e cantamos por ti! Que tenhas mais cem anos pela frente sendo sempre vencer, lutando e vencendo! Somos todos apaixonados por você, meu centenário Vovô!”

Ranieri Mena Barreto (@ranierimena)

Tags: