COLUNAS: FAÇAM SUAS APOSTAS

março 20, 2012 | ALBERTO LIMA

A definição de como será feita a divisão de torcidas para domingo, no primeiro clássico de 2012, anda é longe de um acordo. Decisões são divulgadas a cada instante e revogadas logo em seguida. É um circo realmente. Uma queda de braço idiota e uma verdadeira aula de como não se levar a sério o futebol profissional. Sentimentos baixos tem comandado as ações e dominado mentes.

Tudo se resume a vaidade…  o bom senso, coitado,  esse ainda não entrou na discussão ou sequer foi convidado. É um verdadeiro vale tudo, onde o que tem se visto é a rivalidade sendo levada, irresponsavelmente, as últimas consequências. Uma queda de braço pura e simples. Promovida por pessoas orgulhosas, vaidosas, insensatas e egoístas. Pessoas que se sentem poderosas, não aceitam ter seus interesses contrariados e reagem assim…

Em sendo confirmado mesmo um jogo de duas torcidas, só tenho a lamentar, principalmente pelo torcedor comum, o apreciador do bom e velho futebol. Lamento também pelos que moram próximo ao estádio Presidente Vargas, famílias que no domingo terão seu bairro exposto a toda sorte de violência e vandalismo, transformado numa verdadeira praça de guerra. Garanto que os senhores vaidosos com poder de decisão, blindados pelo poder em seus castelos, sequer deles lembraram…

É inegável a evolução no Ceará pós chegada do presidente Evandro leitão e seus pares. O clube cresceu realmente e profissionalizou-se em vários setores. Hoje, graças a muita determinação e trabalho, temos uma estrutura considerada boa, departamentos comandados por pessoas sérias e  competentes, todos bem aparelhados e funcionando a pleno vapor. Inclusive o jurídico.

No entanto, existe um departamento, talvez o mais importante de todos, que segue inerte, parado no tempo e sem mostrar qualquer evolução. Me refiro aqui ao  DEPARTAMENTO POLÍTICO.

Como no futebol cearense tudo é decido nos bastidores, nos porões da federação e nos tribunais. Todos infestados e contaminados pelo clubismo. É importante que tenhamos força e representatividade também nesse setor. Invejo, sinceramente, a capacidade que tem nosso rival de se articular e aglutinar forças nesse sentido. São praticamente imbatíveis no tapetão.

É impressionante, o Ceará, como mandante do primeiro clássico de 2012, estranhamente, não decide sobre absolutamente nada, nem sobre divisão de torcida, ou seja, se será ou não jogo de uma torcida só – sobre o preço do ingresso e o valor cobrado pelo ingresso do seu sócio. Enfim… não decide sobre nada mesmo. Todo e qualquer direito lhe foi tirado, pela  federação, comandada por um tricolor de carteirinha, Sr. Mauro Carmélio, pelos tribunais, e também por outras esferas, como a política e jurídica.

Mas vamos ao que importa. FUTEBOL!

Com estadio divido ou não, não interessa, o Vozão, dono da maior e mais apaixonada torcida do estado, vem mostrando evolução jogo a jogo e se encontra preparado e confiante para o confronto de domingo. A Nação alvinegra, claro, se fará presente no PV para o que der vier. Que venha pois o time dos tribunais. A resposta será dada mesmo é dentro de campo.

————————————————————-
Endereço de e-mail: bebetofuturo@hotmail.com

Tags: