COLUNAS: E AGORA A CULPA E DE QUEM?

março 20, 2012 | ALBERTO LIMA

Não querendo tirar os méritos do Icasa, que fez uma bela partida e vem mostrando reação. Mas a verdade é que o Ceará de ontem, simplesmente, não existiu… foi uma lástima!

É claro que existe algo de errado extra campo, não existem mais tolos no futebol, e também não é admissível uma apresentação coletiva tão abaixo da crítica como a de ontem. Que tem algo de muito errado acontecendo internamente no Ceará não resta dúvida, mas o que exatamente e qual a sua dimensão é que não se sabe?? A quantas andam por exemplo a relação entre os três homens forte do Ceará de hoje, Evandro leitão, Robinson de Castro e Sérgio Costa, com os que fazem o conselho deliberativo do clube??

O torcedor não faz questão dos detalhes, muito menos quer ver a intimidade do clube sendo exposta e explorada publicamente pela imprensa colorida, mas ele quer e cobra por soluções. Para ontem se possível!

Sobre o nosso elenco, francamente, já não sei se apenas alguns poucos reforços seriam o suficiente. A atitude do grupo diante do Icasa ontem me deixou de orelha em pé. Jogador tem que saber jogar e mostrar rendimento, claro, mas é importante que também seja um profissional com letra maiúscula e tenha um mínimo de caráter. E isso, sinceramente, não foi o que vimos no domingo…

Nossos laterais são fracos, essa a minha opinião. Apodi, é um jogador veloz e insinuante, mas totalmente individualista e improdutivo. Como o Ceará ainda não encontrou seu padrão de jogo ideal e cada um joga por si, sempre que ele vai ao ataque deixa uma avenida enorme a ser explorada pelos adversários. Do lado esquerdo, Romano ainda não disse a que veio, o que temos de melhor continua sendo o Eusébio, que além de lateral atua também de volante e até meia, ou seja, é uma espécie de coringa e não um especialista da posição.

Everton, volante da base que vinha se destacando nas duas ultimas partidas, como é ainda garoto, sentiu a responsabilidade e fez uma partida verdadeiramente desastrosa, conseguindo errar praticamente todas as jogadas. Juca, esse sim, jogador já experiente e tido por uma parcela boa da torcida como “craque”, mas que nunca me convenceu, mais uma vez decepcionou e nada rendeu, nem marcava e nem mostrava boa saída de bola, e assim como Everton, foi outro a menos em campo.

Nem quero comentar sobre a atuação, se muito, mediana, de Daniel Marques, ou sobre as bizarrices de Heleno como zagueiro. Felipe Azevedo perder gols na cara do gol também não é nenhuma novidade para ninguém. Na verdade, o que me chamou a atenção e me deixou preocupado foram as atuações  das chamadas “estrelas” do time; Me refiro aqui a Reina, Mota e Rogerinho. Difícil dizer quem se houve pior…

Todos pareciam de salto alto, displicentes, e taticamente perdidos em campo. Mesmo visivelmente cansados e fora de forma, não abriam mão de jogadinhas de efeito improdutivas que só irritavam ainda mais o já enfurecido torcedor alvinegro. O que se viu na verdade foi um festival de displicência.

Antes a culpa era do Dimas. Saiu… Hoje, a bola da vez é o Lula que escalou o time que a torcida queria e o que de melhor o Ceará tem. O resultado todos vimos e pelo visto é outro que também não terá vida longa no cargo. Pergunta-se; Quem será a próxima vítima? Ou será que nosso problema é treinador? Tudo indica que não.

A diretoria, no seu intrigante silêncio, melhor do que ninguém sabe que o clube necessita de reforços urgentes. Sabe que sem eles o título estadual fica cada vez mais distante e a crise cada vez mais próxima de Carlos de Alencar Pinto. Até quando seguirão isolados e pregando ao vento sobre uma tal “realidade financeira”… sinceramente, não sei! mas sei que não vem convencendo a ninguém.

Ação e atitude, é disso que o Ceará precisa e quer dos seus dirigentes.

————————————————————-
Endereço de e-mail: bebetofuturo@hotmail.com

Tags: