Renovações, saídas e contratações: confira a atual situação do Ceará visando a temporada 2018

dezembro 5, 2017 | NOTICIAS

Encerrado os campeonatos nacionais, é hora de pensar na próxima temporada. E o Ceará não vem fazendo diferente.

Diretoria e comissão técnica seguem realizando várias reuniões (presenciais e por telefone) e algumas definições vem sendo tomadas. 30 à 32 atletas. É o que terá Marcelo Chamusca para as disputas do Estadual, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série A no primeiro semestre.

Alguns jogadores, inclusive que disputaram 1ª divisão, estão em processo de negociação e o clube aguarda a assinatura de contrato para oficializar as transações.

Em relação aos atletas que fizeram parte da campanha do acesso, boa parte deles receberam propostas de renovação de contrato.

Já Pio, João Marcos e Magno Alves não devem permanecer para o próximo ano.

Fernando Henrique, Rafael Pereira, Luiz Otávio, Pedro Ken e Élton tem proposta em mãos e a diretoria segue aguardando resposta. Os primeiros a garantirem permanência foram o meia Ricardinho e o técnico Marcelo Chamusca.

Everson, Valdo, Richardson (Sport se mostrou interessado,  mas só sai mediante ao pagamento da multa rescisória), Raul (negocia extensão contratual), Jackson Caucaia, Roberto e Arthur tem vínculos longos e devem ficar para próxima temporada.

O lateral direito Tiago Cametá (contrato até 2019) e o atacante Alex Amado (maio de 2018) seguem com situações a resolver, mas não interessam para o ano que vem.

O zagueiro Tiago Alves estava nos planos da diretoria, mas o clube detentor dos seus direitos econômicos, o Red Bull, pediu o retorno do defensor para as disputas do Paulistão 2018.

Mais Tempo

Antes marcada para 26/12, a reapresentação do elenco será no dia 02/01, às 15:30h, em Porangabuçu. Vovô trabalhará 14 dias até a estreia na Copa do Nordeste, contra o Salgueiro, no Cornélio de Barros.

Aguardando

Lima e Leandro Carvalho querem ficar. As negociações de permanência dos dois ainda não foram iniciadas. O Grêmio/Renato Gaúcho pediu ao Ceará que aguardasse. Já a situação do Leandro envolve procuradores, que também pediram para a diretoria alvinegra aguardar.

Tags: