O fim!

outubro 16, 2012 | COLUNAS, JOGO, NOTICIAS, RANIERI BARRETO

fonte: O Povo.

Derrotado, Ceará vê sonho do acesso ir embora após perder por dois a zero para o São Caetano. Agora, é dever da diretoria planejar 2013 e aprender com os erros de 2012.

Não deixamos de subir contra o São Caetano, este foi apenas o nosso algoz. Aquele que deu a pancada final. Os erros que levaram ao fracasso alvinegro em 2012 estão, também, além das quatro linhas, e corrigi-los para 2013 é preciso para que o sucesso venha.

Ganhar o campeonato cearense deu ao Ceará a falsa impressão que ‘sobraria’ na Série B. Entramos na competição após empatar dois jogos com o rival, que está na Série C. Estreamos vendo Ederson ser o camisa nove e jogamos boa parte do campeonato sem um bom meia para suprir a ausência do então titular Rogerinho, que foi dispensado  e vimos em seu lugar Bruninhos e Tiaguinhos, que nada resolveram o problema. Se Magno estivesse aqui a mais tempo, o planejamento e a montagem de uma equipe titular sólida – coisa que não aconteceu na competição – teria se concretizado.

O ‘santo PC’ brincou de cometer falhas esse ano. O técnico jogou com 4-5-1 e 3-6-1 – com direito a usar Victor Hugo na zaga. Mostrou-se ineficiente quanto a indicações, trazendo Tiaguinho como a ‘solução para o meio campo’. Ao longo do campeonato, brincou de distribuir coletes entre os seus conhecidos. O Ceará passou boa parte do campeonato sem ter um time padrão, um time titular, um time que o torcedor pudesse dizer sem errar quem eram os titulares – Joinville e Criciúma deram um show no Ceará nesse quesito.

Falhas individuais de diversos jogadores foram comprometedoras e isso faz parte do futebol, mas ‘frangar’ como Adilson e Fernando Henrique fizeram esse ano, não existe. Perdemos mais de 15 pontos nessa brincadeira de quem quer ser os reis dos frangos.

“Estamos trabalhando” deve ser o slogan de Evandro Leitão nesses quatro anos na presidência do Ceará – quatro bons anos, diga-se de passagem. Todavia, esse ano, o real lema foi: por tudo que ele faz, por tudo que ele fez; tirando totalmente o foco da diretoria que estava preocupada em eleger seus candidatos. A política atrapalha um clube quando este se vê sem peças importantes e o diretor de futebol sai candidato a vereador, deixando tudo nas costas do treinador, para procurar e indicar jogadores.

Sem teto! Incrível como o Ceará pipocou dentro de casa. Foram seis empates, duas derrotas e apenas sete vitórias em casa até aqui. Aproveitamento baixo para quem quer o acesso. O Goiás conseguiu 11 vitórias em casa, por exemplo. Perdemos 18 pontos jogando no PV.

Os erros foram cometidos e a consequência da soma de deslizes foi esse fracasso. Agora é recolher os cacos, montar uma equipe com jogadores de qualidade e não renome, com uma comissão técnica e com um gerente que saiba quem procurar para resolver o problema do time e não simplesmente apostar em vários jogadores baratos, como a atual gestão faz. É preciso montar um time que já seja forte para a Série B 2013, que como consequência será sim tri-campeão cearense e fará um bom Nordestão 2013.

Que o planejamento de 2013 comece e que o Ceará reencontre o caminho para a Série A. Despensas são necessárias, renovações e contratações idem – tudo deve ser feito em prol do Ceará!

Ranieri Mena Barreto (@ranierimena)

Equipe Vozão.com

Em Prol do Grande Ceará

 

Tags: ,